A aventura de varrer o chão

Alguém faz uma longa viagem até o mestre eremita dos Himalaias.

- Você veio de tão longe, o que busca? Pergunta o mestre.

- Paz e plenitude, diz o peregrino.

- Então, comece varrendo o chão.

Típico conselho zen difícil de aceitar.

O caminho do autoconhecimento se constrói em nossa vida comum.

No trânsito, na briga conjugal, na crise no trabalho.

Na festa de aniversário, arrumando o armário, passeando com o cachorro.

Os momentos apoteóticos geram bons insights, mas não se sustentam. Recriar o cotidiano, eis o desafio.

Por isso, todo mestre zen lhe dirá, depois de você passar um ano varrendo o chão: - Agora você está preparado! Volte pro lugar de onde você fugiu!

Voltar para a página inicial